2 de maio de 2017

Trend Alert Inverno 2017: Puffer Jacket

Olá Meninas, como estão???

Conhecem a Puffer Jacket?? Provavelmente você já teve uma dessa quando era criança, ou se foi praticar algum esporte na neve.
A Puffer Jacket, ou Puffer Coat, são aquelas jaquetas de nylon bem fofa e quentinha. Aqui no Brasil é muito comum se ver em composições de looks mais básicos e em tons mais escuros, no estilo mais urbano. Na gringa o pessoal é mais ousado, usam peças estampadas e oversized.


 A trend já vem acompanhando os dias frios há algum tempo, nas semanas de moda internacionais a peça é protagonista desde de 2013, porém aqui no Brasil não rolou. Até porque lá fora o inverno é bem mais rigoroso, do que aqui. Mas, para nosso aconchego no dia a dia, parece que esse ano as coisas mudaram, as grifes brasileiras decidiram investir nessa peça.

A Puffer Jacket apareceu em desfiles como Apartamento 03 e Ellus 2nd Floor, trazendo um designer inovador em tons alegres, como dourado e azul metálico, para as mais urbanas podemos encontrar nos tons preto, branco ou uma mescla dos dois como apresentou TIG. O verde militar também será visto nesse modelo de jaqueta, como mostrou A la Garconne.



Mas será que todas podemos usar? Sim, mas como é uma peça muito volumosa, devemos tomar alguns pequenos cuidados. 
Essa peça será sempre a protagonista da produção, mesmo em tom escuro, ela sempre chamará atenção para o a parte superior do corpo. E é preciso equilibrar a silhueta para não causar o efeito contrário. 

Puffer Jacket com pelos no colarinho - Nesse caso opte pelo tom neutro da sua coloração pessoal. Por exemplo quem tem pele fria, opte por pelos mais acinzentados, pretos ou esbranquiçados, quem tem pele quente escolha os pelos mais amarronzados ou nude. Pois essas cores vão interferir diretamente na aparência do seu rosto.


Puffer Jacket longa - Esse comprimento é ótimo para mulheres de biótipo triângulo, pois cria a linha vertical no centro do corpo, porém opte pela parte de baixo mais sequinha, tanto a calça quanto a blusa, e em tom escuro montando uma produção monocromática. Caso contrário, as peças e as cores criarão volume extra não desejado na região do quadril.


Puffer Jacket usada com calça - É a composição mais vista pelas ruas, vale qualquer modelo de calça, skinny, reta, flare, jogging... Se quiser montar uma produção hi-lo invista na alfaiataria e vá para o escritório na sexta feira. 
Uma peça super democrática, aceita qualquer calçado, desde tênis até os com salto alto. Botinhas e coturnos modernizam o look de inverno.


Puffer Jacket com Peças Estampadas - Essa composição é para aquelas mulheres mais ousadas e fashionistas. Um pouco mais difícil de compor uma produção, por conta do equilíbrio da silhueta. Para as mulheres de biótipo ampulheta pode ser uma aliada, já que a calça estampada dá volume na parte inferior e a jaqueta dá volume na parte superior.


Puffer Jacket Estampadas ou Coloridas - É aquela peça stantement, onde você chegar ela vai chamar atenção. Mulheres de biótipo triângulo invertido e oval estão proibidas de usar, pois aumenta ainda mais a região dos ombros, deixando as pernas muito finas, desequilibrando a silhueta.


Puffer Jacket com Saia - É uma das minhas composições preferidas. Deixa uma produção urbana mais elegante e sofisticada. Mas a puffer não substitui o blazer no escritório, a não ser que seu trabalho seja em ambiente informal. 


Puffer Jacket Curta - Esse comprimento valoriza mulheres com biótipo retângulo, pois o comprimento termina na altura da cintura, dando a impressão dela ser mais fina. 


O que acham dessa trend meninas?? 
Eu já tive alguns modelos dessa jaqueta no passado, e tem até look aqui no blog.
Se eu ainda usaria? Sim...
E vocês usariam? Em qual composição?
Deixa nos comentários...

Beijos

Fonte: Fotos Imagens Google / Fotos Desfile Site Vogue

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...